Vantagens e Desvantagens ao usar a tecnologia para namorar online

Vantagens e Desvantagens ao usar a tecnologia para namorar online

Fevereiro 6, 2021 0 Por tocadigital

30% dos adultos norte-americanos afirmam ter usado um site ou aplicativo de namoro. A maioria dos namorados online diz que sua experiência geral foi positiva, mas muitos usuários, especialmente mulheres mais jovens, relatam ter sido assediados ou enviaram mensagens explícitas nessas plataformas

De anúncios pessoais que começaram a aparecer em publicações a serviços de namoro em videocassete que surgiram décadas atrás, as plataformas que as pessoas usam para procurar parceiros românticos evoluíram ao longo da história. Essa evolução continuou com o surgimento de sites de namoro online e aplicativos móveis. Não importa o local que você mora, se precisa de acompanhantes Teresina, ao namorar online você consegue encontrar pessoas onde quer que você esteja.

Como os aplicativos de namoro estão sendo importantes hoje em dia

Hoje, três em cada dez adultos brasileiros dizem que já usaram um site ou aplicativo de namoro online, incluindo 11% que o fizeram no ano passado, de acordo com uma nova pesquisa realizada na área. Para alguns brasileiros, essas plataformas têm sido fundamentais para estabelecer conexões significativas: 12% dizem que se casaram ou estiveram em um relacionamento sério com alguém que conheceram por meio de um site ou aplicativo de namoro. Ao todo, cerca de um quarto dos brasileiros afirma que já teve um encontro com alguém que conheceu por meio de um site ou aplicativo de namoro.

acompanhantes

Estudos anteriores sobre namoro online indicam que a proporção de brasileiros que usaram essas plataformas, bem como a proporção que encontraram um cônjuge ou parceiro por meio delas, aumentou com o tempo. Em 2013, 11% dos adultos brasileiros disseram que já usaram um site ou aplicativo de namoro, enquanto apenas 3% relataram que iniciaram um relacionamento ou casamento de longo prazo com alguém que conheceram por meio de namoro online. 

É importante observar que existem algumas mudanças na redação das perguntas entre as pesquisas do Centro de 2013 e 2019, bem como diferenças na forma como essas pesquisas foram conduzidas. Mesmo assim, está claro que sites e aplicativos móveis estão desempenhando um papel mais importante no ambiente de namoro do que nos anos anteriores. 

O namoro online vem se tornando cada vez mais popular

A pesquisa atual mostra que o namoro online é especialmente popular entre certos grupos, particularmente adultos jovens e aqueles que se identificam como lésbicas, gays ou bissexuais (LGB). Aproximadamente metade ou mais dos jovens de 18 a 29 anos (48%) e adultos LGB (55%) dizem que já usaram um site ou aplicativo de namoro, enquanto cerca de 20% em cada grupo dizem que se casaram ou estiveram em um relacionamento de compromisso com alguém que conheceram por meio dessas plataformas. Os brasileiros que usaram o namoro online oferecem uma visão mista do tempo que passam nessas plataformas.

O namoro online tem sido cada vez mais positivos para os usuários

Em um nível mais amplo, os usuários de namoro online são mais propensos a descrever sua experiência geral usando essas plataformas em termos positivos, em vez de negativos. Além disso, a maioria dos encontros online dizem que foi pelo menos um pouco fácil para eles encontrarem outras pessoas que consideravam fisicamente atraentes, com quem compartilhavam interesses ou que pareciam ser alguém que gostariam de encontrar pessoalmente. 

Mas os usuários também compartilham algumas das desvantagens do namoro online. Aproximadamente sete em cada dez namorados online acreditam que é muito comum aqueles que usam essas plataformas mentirem para tentar parecer mais desejáveis. E por uma ampla margem, os brasileiros que usaram um site ou aplicativo de namoro no ano passado dizem que a experiência os deixou mais frustrados (45%) do que esperançosos (28%).

Em alguns casos nada é perfeito

Outros incidentes destacam como sites ou aplicativos de namoro podem se tornar um local para comportamentos incômodos ou de assédio, especialmente para mulheres com menos de 35 anos. Por exemplo, 60% das usuárias de 18 a 34 anos dizem que alguém em um site ou aplicativo de namoro continuou a entrar em contato depois de dizerem que não estavam interessados, enquanto uma parcela semelhante (57%) relatou ter recebido uma mensagem ou imagem sexualmente explícita que não havia pedido.

acompanhantes

O namoro online não só perturbou as formas mais tradicionais de encontrar parceiros românticos, mas também surgiu em um momento em que as normas e os comportamentos relacionados ao casamento e à coabitação também estão mudando, à medida que mais pessoas adiam o casamento ou optam por permanecer solteiras.

Não existe idade para namorar online

A experiência com namoro online varia substancialmente com a idade. Embora 48% das pessoas de 18 a 29 anos digam que já usaram um site ou aplicativo de namoro, essa parcela é de 38% entre as pessoas de 30 a 49 anos e é ainda menor entre as de 50 anos ou mais. Ainda assim, o namoro online não é completamente estranho para quem tem 50 ou 60 anos: 19% dos adultos com idade entre 50 e 64 anos dizem que já usaram um site ou aplicativo de namoro.

Além da idade, também existem diferenças marcantes por orientação sexual. Adultos LGB têm duas vezes mais probabilidade do que adultos heterossexuais de dizer que usaram um site ou aplicativo de namoro (55% contra 28%). E em um padrão consistente com pesquisas anteriores, graduados universitários e aqueles com alguma experiência universitária têm maior probabilidade do que aqueles com ensino médio ou menos de dizer que já namoraram online.

A popularidade dos aplicativos de namoro só tem aumentado no mundo inteiro para as pessoas das mais variadas idades, então porque você já não começa agora a procurar o seu par perfeito?